Sessão fã-clube: Instagram

Foi muito bacana ver ao vivo Kevin Systrom (CEO) e Mike Krieger falando sobre o filho deles, o Instagram. Não sou muito de tietar, mas é muito legal ouvir a história de um produto que adoro, que uso todos os dias e que faz parte da minha vida – e da vida de muita gente – nesse momento. O que eles contaram:

–       Dia 1: 25 mil usuários.

–       O Instagram utiliza os servidores nas nuvens da Amazon, mas nos primeiros meses utilizavam um servidor bem simples. Quando o número de usuários começou a aumentar, Mike levantou a hipótese de precisarem de mais um servidor, e Kevin disse que achava desnecessário, para esperarem mais um pouco. Quando o serviço começou a ser noticiado em vários veículos, eles finalmente ligaram para o host pedindo mais espaço. O host não deu muita bola e deu um prazo de uns quatro dias para montar a estrutura. Enquanto isso, os usuários iam aumentando…

–       Em dois anos tinham 15 milhões de usuários.

–       Estão para lançar o aplicativo para Android, o Instagram finalmente vai deixar de ser platafroma-única. E, segundo eles, a versão para Android é “killer”, uma das melhores apps de Android já desenvolvidas e em vários aspectos até mais legal do que a versão para iPhone.

–       Só recentemente criaram a conta do Instagram no Instagram… Havia uma antes, mas deixou de ser utilizada faz tempo, porque era uma conta que automaticamente seguia todo e qualquer usuário que se cadastrava no aplicativo. Se uma foto fosse publicada, essa atualização massiva derrubaria o serviço.

–        Hoje o Instagram tem 27 milhões de usuários, 67% deles ativos.

(o desenho é da Imagethink, uma empresa que coloca artistas para desenhar, ao vivo, grandes painéis durante as palestras)



comente