Boas práticas em formulários mobile

Preencher formulários é uma realidade da vida. E preenche-los no celular está ficando cada vez mais comum. Agora só falta ficar mais fácil – o que é responsabilidade dos designers. A eles cabe ajudar os usuários a completar esta tarefa que nunca é um fim em si, projetando elementos que aumentem a taxa de sucesso e a de conversão – seja ela de que tipo for.

Listamos aqui boas práticas que, na maioria, servem para qualquer interface. Mas dedicamos especial cuidado e atenção às onipresentes interfaces mobile.

Diminua o número de campos

A primeira instrução para qualquer formulário é: seja curto, querido. O formulário é sempre um meio para alguma coisa que vem depois: fazer uma compra, uma inscrição, finalizar um fluxo. Quanto mais obstáculos existirem entre o usuário e o objetivo, maior a chance dele desistir. Portanto, peça somente o fundamental para este momento.

Diminua o tempo de preenchimento

Quanto mais rápido, melhor. Algumas formas de economizar o tempo de preenchimento são:

– Se as redes sociais já sabem muita coisa sobre o usuário, pergunte a elas. Ofereça cadastro através do Facebook ou Google.

– Convide o usuário a fazer login para que certos campos sejam preenchidos automaticamente.

– Permita que o usuário faça uma compra sem cadastro, apenas com e-mail, CPF, endereço de entrega e dados de pagamento.

– Ofereça pagamento via terceiros – serviços nos quais o usuário já têm cadastro, como PayPal.

– Avance os campos automaticamente na medida em que o usuário os preenche – sem que ele tenha que tocar a interface para passar para o campo seguinte.

Minimize a chance de erros

Oferecendo instruções claras e rótulos diretos e simples. Evite recursos que fazem com que, ao iniciar o preenchimento, os rótulos dos campos desapareçam.

Teclados virtuais correspondentes aos campos

Ao solicitar um número, ofereça o teclado numérico – e assim por diante. O usuário vai apreciar economizar o clique que teria que dar se tivesse que mudar o tipo do teclado.

Formas inteligentes de imputar dados

Ofereça o elemento mais simples para o tipo de dado pedido. Por exemplo: para seleção de datas próximas, ofereça um calendário. Para escolha de ano, uma droplist é melhor.

Feedbacks imediatos

Durante o preenchimento, dê reforços positivos: um sinal de check ao lado do campo preenchido corretamente é simpático e encoraja o usuário a continuar: pode ir que tá tudo bem! Em campos com erros, avise na hora: evite que o usuário preencha todo o formulário para apenas depois informar que há algo errado. Os erros têm que ser apontados diretamente, no campo correspondente. Não faça o usuário varrer o formulário a procura do campo errado.

Falta muito?

Informe de quantos passos é composto o formulário e em qual parte o usuário está.

 



Alessandra Nahra

Escrevo, cuido de bichos, danço, cozinho, planto e tento ser amável com todo mundo.

comente